English French German Japanese Portuguese Spanish

Newsletter

Receba novidades no email!



Total de visitas:1062556
Nós temos 17 visitantes online

Início Blog do Pai de Santo Que tipo de Umbanda é essa? (ESCOLAS DE UMBANDA) Será que alguém precisa delas?
Que tipo de Umbanda é essa? (ESCOLAS DE UMBANDA) Será que alguém precisa delas?
Escrito por Pai Paulo   

A UMBANDA ESTÁ PERDENDO SUAS ORIGENS!

Escolas de Umbanda



Após 40 anos de trabalho ativo em corrente de Umbanda, fosse como médium onde iniciei minha missão mediúnica ou como Pai de Santo dirigente do Núcleo Umbandista São Sebastião, recentemente tenho refletido sobre uma realidade em nossa religião.

Essa realidade, no entanto, não é feliz!

Muito se fala de Zélio Fernandino de Moraes, médium que teve a missão de fundar oficialmente o primeiro templo de Umbanda no Brasil.

Dele já ouvi falar muitas coisas e só posso admirá-lo em sua missão. De família católica atravessou situações realmente tormentosas, até o episódio na Federação Espírita de Niterói em 1908, quando o Caboclo das Sete Encruzilhadas se manifestou dando origem a pratica oficial da Umbanda no Brasil. Digo oficial porque existem relatos históricos de outras entidades que desenvolviam trabalhos espirituais pelo Brasil que adotavam nomes como; Caboclo Cobra Coral, 7 Flechas, Arranca Toco, Pai João da Caridade, Mãe Anastácia e muitos outros. O Próprio Zélio no auge das manifestações que ocorriam em sua vida, foi levado por sua mãe a uma benzedeira que incorporava o espírito de um Preto Velho de nome Pai Antonio.
Naquela época o médium Zélio fundou 7 templos oficiais na cidade do Rio de Janeiro e esses mesmos templos nos anos seguintes, fundaram outras casas que somaram milhares de templos pelo Brasil..
Esse processo, no entanto, em seu inicio ocorria sempre da mesma forma, ou seja;

"O guia chefe e o Pai de Santo dessas casas iniciavam somente a outros iniciados em sua casa".


Nenhum Pai de Santo de Umbanda, que seja legitimo em sua coroação, passa os ensinamentos das defesas de uma casa, necessários para direção dessa nova casa a alguém que não seja iniciado por ele, tal qual fez Zélio Fernandino de Moraes com os seus. A iniciação ocorria, portanto, de um Pai de Santo genuinamente empossado, iniciando outro Pai de Santo com a missão que trazia do berço.

Nos anos seguintes ocorreu um fenômeno também muito infeliz.

Maus médiuns, dissidentes dessas e de outras casas sérias, que se julgavam em condições de dirigir um templo sem as raízes para tal, raízes com origem em seus berços, abriram casas sem o devido preparo, o que lhes trouxe sérios problemas de ordem espiritual e material, já que sem as bases corretas de segurança para dirigir um templo, passaram a absorver a carga obsessora dos freqüentadores e médiuns de suas casas. Na ânsia de ainda continuar com sua insana meta, levados pela obsessão e pelo orgulho, passaram a buscar conhecimentos no Candomblé e a partir daí, iniciaram-se as camarinhas, os sacrifícios de animais e outros dogmas do Candomblé dando inicio a deturpação de nossos rituais.
Por serem a Umbanda e o Candomblé cultos tão diferentes como a água é do óleo, a deturpação e as suas conseqüências foram e são ainda, um verdadeiro desastre em nossos cultos.
O Candomblé segue normas e princípios totalmente diferentes das praticas umbandistas e posso afirmar que as únicas coisas em comum em nossos cultos são a palavra "Orixá" e alguns de seus "fetiches".
Criaram-se federações pelo Brasil cujo objetivo de seus dirigentes era apenas ganhar dinheiro de seus ignorantes filiados, formando sacerdotes sem base alguma para o que iriam praticar espiritualmente.
Diversas vezes fui procurado por pessoas que se intitulavam pais ou mães de santo, mostravam carteirinhas de federações que os autorizavam a abrir templos em qualquer local no território nacional, eram todos eles altamente perturbados e perseguidos espiritualmente, tanto que sempre vieram ao templo que dirijo em busca de ajuda.
Com a Internet a velocidade de propagação de informações aumentou assustadoramente, hoje é possível assistir aulas de Umbanda por esse meio, existem diversas escolas iniciáticas que se propõem a fornecer duvidosos conhecimentos para direção de um templo, mesmo que a pessoa interessada não tenha a mínima condição de compreender o que vai fazer da sua vida espiritualmente.
Para os que dirigem essas escolas o que lhes vale é o dinheiro, nada mais tem importância, para eles pouco importa o que irá ocorrer na vida dos que por eles procuram. Para angariar alunos, valem-se do argumento que todos têm o direito de saber e conhecer as regras e leis de conduta de um sacerdote umbandista e vão a cada dia mais passando ensinamentos duvidosos aos que os seguem.

Recentemente fui procurado por uma pessoa com grandes problemas de ordem material. Durante o relato essa pessoa informou que havia conhecido um pai de santo que lhe fez alguns trabalhos para lhe abrir os caminhos, mas o resultado saiu ao contrário e a pessoa passou a viver com maiores problemas, além daqueles que já possuia.
Relato - O tal pai de santo tinha 21 anos de idade. Não tinha terreiro e ia até a casa das pessoas para fazer "trabalhos". Se dizia pai de santo por ter feito um curso para sacerdotes de Umbanda em uma das escolas que existem atualmente, mostrou certificado de conclusão do curso, fotos, etc.
Pois bem, ninguém com a missão sacerdotal chefiará um terreiro com menos de 10 ou 12 anos de trabalho ativo na corrente de um templo sério;
Mas para esse precário ser humano que fez o curso o que lhe vale é o seu insano orgulho, já que gosta de bater no peito e dizer: "sou um pai de santo"!

Para quem lhe deu o diploma, vale o dinheiro que arrecadou do infeliz!

Escrevem ainda livros sobre o assunto "Umbanda" e incutem nas mentes dos que os seguem, mais e mais duvidas.
Quem procura conhecimentos em escolas de Umbanda são normalmente aqueles que nenhuma condição apresentam para tal, mas levados pelo orgulho e pela vaidade, vão a cada dia mais freqüentando escolas e atraindo a perseguição espiritual daqueles que desejam ardentemente a sua derrota ou seja, a obsessão.
Recentemente chegou as minhas mãos o currículo do curso de uma dessas escolas, um curso para sacerdotes de Umbanda, sendo que existia a exigência de estar com as obrigações em dia, obrigações de 7 e 14 anos em dia, agora pergunto:

Que obrigações são essas?


São essas obrigações realmente necessárias na Umbanda se a origem delas é o Candomblé?
Nem eles mesmos sabem!
Entre os homens, no assunto religião existem basicamente três tipos de seres:

Os ateus.
Os fanáticos.
Os homens de fé.

Os ateus são os infelizes que descobrirão após a morte o quanto foram cegos.

Os fanáticos não distinguem a verdade da mentira e em tudo acreditam.

Os homens de fé por sua vez, seguem com retidão as suas religiões, submissos a Deus nosso Pai e respeitam as coisas santas.
Dos três, a maioria são os fanáticos e são eles as maiores vitimas das escolas de Umbanda ou de ensinamento totalmente deturpados de nossos rituais, obtidos em templos que não são de Umbanda, não importando o que aleguem ser os seus dirigentes em relação ao local e suas práticas, como exemplo;

As camarinhas,
As oferendas monumentais,
O desenvolvimento dos trabalhos com entidades de esquerda,
E os sacrifícios de animais.

Os que procuram por escolas de Umbanda traçam no próprio futuro a ruína mediúnica e desconhecem que a melhor escola de Umbanda é ao lado de um guia quando se é cambone(o) (médium auxiliar) participando de uma corrente séria, já que tem a oportunidade de aprender observando os guias em seus trabalhos, situação em que raramente um assunto é igual a outro.
Na Umbanda existe uma palavra muito pronunciada e cantada em nossos pontos, a palavra "mironga" que significa "conhecimento", onde em qualquer situação, o conhecimento de um guia, a ele pertence, se o procedimento for copiado por mistificadores o resultado será sempre o mais funesto possível.

Um médico é um ser humano que vai a escola e lá recebe ensinamentos de altíssimos padrões, para que sejam usados na cura das doenças de seu próximo.


Um médium é um ser humano predestinado a ir a uma escola conhecida como corrente mediúnica e lá, passa a receber conhecimentos de altíssimos padrões sobre a espiritualidade e sobre as leis de causa e efeito do mundo astral, para que possa ao lado de seus guias, usar esses conhecimentos para ajudar seu próximo espiritualmente.


Em decorrência dessa lógica, buscar conhecimentos sobre as praticas umbandistas em escolas de duvidosos ensinamentos, é traçar no próprio futuro o fracasso mediúnico.
Hoje através da Internet temos a oportunidade de assistir a vídeos no Youtube mostrando descaradamente a coisa errada, hoje é possível assistir a vídeos mascarados de "coisa certa" mostrando sob a bandeira da Umbanda "rito de Quimbanda".
Apresentam-se de vermelho e negro, mostram a todos os ignorantes em nossas práticas, as bebidas, as danças, as comidas, as entidades e as oferendas da Quimbanda. Somente um homem ignorante não consegue compreender que não há como servir a dois senhores, não há como ser umbandista e desenvolver dentro do mesmo chão sagrado (o gongá) rituais de esquerda.


E por ai vai...


Já visitei locais precários sob a bandeira da Umbanda e lá constatei as famosas viradas de linha, situação em que os mistificadores de exus (dos dois mundos) se dedicavam a enganar as pessoas mostrando como "coisa certa" o que era errado, cheguei a presenciar absurdos como quiumbas mistificadores de exus aplicando passes. A única coisa que se pode receber num passe desses é uma pesada carga de miasmas espirituais. (Miasma = emanação putrefata de organismo em decomposição).

E os frequentadores que desconheciam o ardil em que estavam, ficavam extasiados com o que viam nesses trabalhos, ficavam como que hipnotizados ao verem as mistificadoras da pomba gira dançarem alegremente.
Todas essas situações retratam a ignorância em nossas praticas mostrando o que não somos e não praticamos e a cada dia mais ensinamentos altamente errados são repassados aos ignorantes e os vaidosos que desejam bater no peito e dizer:


Agora sou um pai ou mãe de santo!


Podem até alegar isso hoje, mas com certeza não morrerão como tal.


As nossas praticas corretas foram ensinadas no inicio pelo médium Zélio e seus guias, ensinamentos claros da sucessão de uma casa ou do inicio de outra, fora essa conduta, tudo mais não passa de mera ilusão na mente doentia dos incompetentes mediúnicos.

Vale para isso lembrar esta passagem da história da humanidade.
Joseph Goebbels foi o ministro da propaganda nazista e dele partiu a seguinte frase:

"Uma mentira repetida mil vezes, passa a ser verdade"!

Com essa mentalidade Joseph Goebbels transmitiu mentiras ao povo alemão o que culminou por atingir os objetivos do nazismo ou seja, o ódio do povo alemão pelos judeus, colocando a Alemanha em situação vergonhosa perante a humanidade.

E isso também já ocorre hoje no ambiente umbandista, mentiras e mais mentiras ensinadas em escolas de Umbanda estão sendo praticadas como verdade em nossos rituais.
O resultado final dessa conduta para aqueles que fazem uso das escolas será apenas um;

"A derrota mediunica"!


Hoje se escrevem livros com mentiras sobre a Umbanda e sobre a forma de cultuar aos Orixás, ensinam que nas oferendas aos Orixás, como exemplo a Iemanjá, que a sua bebida é champanhe(?), bebida de origem francesa que com certeza não existia na Africa, portanto, nossos irmãos africanos não tinham como conhece-la.
Mas essa mentira vem sendo repetida milhares de vezes, consequentemente, com o passar do tempo apesar de ser uma mentira, passou a ser praticada como uma verdade, como a coisa certa, embora esteja totalmente errada. Hoje é comum vermos a garrafa de champanhe nas obrigações a Iemanjá, nesse aspecto a deturpação já ocorreu.

Hoje existem cursos de magia disso ou daquilo, mas qual o beneficio que terá uma pessoa em adquirir esses conhecimentos de duvidosa origem?
Os que ministram esses cursos visam apenas o dinheiro que arrecadam com eles e deveriam atentar para o seguinte ensinamento de nosso mestre Jesus:


http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/es/es-21.html


Muitos poderão dizer no futuro frente aos tribunais Divinos:


"Senhor, somos vossos filhos, praticamos os vossos ensinamentos, pregamos e ensinamos suas leis e afastamos os demônios em Vosso nome"!


Se foram mentirosos e visavam apenas o dinheiro que poderiam arrecadar em nome de nosso Pai, com certeza poderão ouvir a seguinte frase:


"Aparta-te de mim maldito, pois não te conheço, se fossem meus filhos não teriam praticado iniqüidades"!



Quem planta, colhe
!

 

 



.
Comentários (9)
  • Maria Luisa Buonagiunto  - Que tipo de Umbanda é essa?
    Parabéns, achei seu texto fantástico!Infelizmente, são poucas as pessoas de caráter exemplar como o seu! Admiro a seriedade das pessoas que trabalham nesta casa e sempre que posso elogio o NUSS.
  • Neusa Ferreira de Abreu Vianna  - Comentário:
    Boa Tarde! Comentando sobre o texto acima,me lisongeio das boas palavras e alto analises dos cursos,dito iniciaticos. Sou umbanda de coração,pois a prática está dificio. Como iniciante,já obtive várias decepções,sem poder dizer me respeitem estou aprendendo. BJS de muita luz.
  • graciele rodrigues alvim  - comentário
    Parabéns!que palavras, fiquei muito feliz com texto e com a sinceridade,com seus textos espostos aprendo cada vez mais , infelismente como iniciante comecei a desenvolver em um lugar que mostra a bandeira da umbanda mas exerce a quimbanda mas graças a DEUS, devido a ser muito desconfiada e a querer não so praticar mas estudar e aprender hoje estou conhecendo a verdadeira umbanda!e busco com seriedade aprender e pratica-la!!bjsss DEUS ABENÇOE!
  • Rosângela Moreira da Fontes
    Que palavras sábias. Infelizmente, aqui no Rio de Janeiro, nas proximidades da Ilha do Governador, está muito difícil achar um Centro sério, as pessoas estão deturpando nossa religião e com isso já estou acreditando que nesta vida não conseguirei "trabalhar" e isto é muito triste. Parabéns mais uma vez, conheci este site recentemente e estou gostando muito.
  • maria de fatima correia alves  - adorei a informação
    pois o que precisamos e de site assim que explaine o que realmente e a umbamda pois desde pequena que tenho mediumidade sofro muito. mais por ter uma visão contraria o que diz respeito a umbamda nunca procurei pra mim entender melhor.mais agora comecei a ler sobre a mesma foi onde estou melhorando.muito obg. pelo belo conteudo.
  • antonio epitacio bonaldo  -  A Umbanda que denigre a Umabanda
    ATE QUE EMFIM ACHEI MAIS UMA VOZ CORAJOSA QUE FAZ CORO COM OQUE NOS PENSAMOS.OBRIGADO OXALA! PALAVRAS SABIAS E BEM COLOCADAS. INFELIZMENTE A RELIGIAO DE UMBANDA ESTA INFESTADA DE TODO TIPO DE IMUNDICES E ESCORIA DA MAIS BAIXA CLASSE. GENTE MALDITA,SUJA,MESQUINHA,MALIGNA.GENTE TRAVESTIDA DE PAI E MAE DE SANTO QUE TEM POR UNICO OBJETIVO DENEGRIR E SE APROVEITAR DA BOA FÉ DOS INCAUTOS E IGNORANTES QUE A ELES PROCURAM. INDIVIDUOS MALIGNOS QUE ARRASATAM MULTIDOES DE DOENTES E MENDIGANTES DE ESPIRITUALIDADE SENDO QUE ELES PROPIOS SAO ENFERMOS MIL VEZES PIOR DO QUE A ELES PROCURAM. ACORDA PVO DE UMBANDA, ACORDA SAIA DESTA LETARGIA BURRA,ASSUMAMOS UMA POSTURA DE LUTA DE CORAGEM FRENTE A ESTA PRAGA QUE INFESTOU A RELIGIAO DE UMBANDA. ACORDA POVO DE OXALA. CREIO QUE O GRANDE E ILUMINADO CABOCLO DAS SETE ENCRUZILHADAS DEVA CHORAR AMARGAMENTE DE VER AUMBANDA NA SITUAÇAO QUE SE ENCONTRA. OXALA PAI DIVINO QUE O CONSOLE. REFLITAMOS,E BUSQUEMOS AGIR RAPIDAMENTE PARA QUE ESTE MAL NAO NOS AFOGUE ATODOS UM FRATENAL ABRAÇO DESTE SIMPLES TRABALÇAHADOR DA CAUSA UMBANDISTA. ANTONIO DE OXUM!!!!
  • telma  - não posso perder você de vista
    incrível, achei em plena áfrica a umbanda legítima.Tesouro que eu preciso passar para minha cunhada que mora em moçambique e procura a verdadeira umbanda, sou zeladora também, aqui em Belém do Pará, onde praticamos a Umbanda única, resgatando a divina magia, que perdemos, quando nossa raça caiu. Como os Mestres são maravilhosos.Espero poder ampliar mais esse contato tão proveitoso. Obrigada.
  • Anah  - satisfação!!!
    Fiquei maravilhada com o q acabei de ler.Já tem um tempo que eu sou simpatizante da umbanda ,pois meus avós,pais, tios e tias..... são frequentadores .Infelizmente alguns destes morreram e eu ñ tive tempo de me dedicar a esse culto.Agora que me enteressei , me vejo só no meio de tanta enganação!Temo ser enganada por pessoas de caráter duvidoso. Afinal, são esses que fazem a umbanda ( bem como outras religiões)ficarem desacreditadas.agradeço pelo esclarecimento aqui prestado. Agradeceria se podesse continuar mantendo o contato. Sem mais, obrigada!
  • ANTONIO DE OXUM  - cuidado com os pseudos sabios
    ola amados irmaos umbandistas! gostaria de dar minha modesta opiniao sobre os milhares de gurus pai de santos e milagreiros que tem aparecido ultimamente. abram os olhos gente! tomem cuidado com estas pragas que estao infestando a religiao de umbanda, verdadeiros crapulas que visam tao somente estatus, boa vida e viver da fe alheia.prometem mundos e fundos, milagres de todos os tamanhos e pra todos os BOLÇOS.Pesssoas malignas,satanicas,exploradores da fe e da BURRICE alheia.prometem dar aquilo que nao possuem e nunca vao ter. CUIDADO UMBANDISTAS CUIDADO como filhos de OGUN fiquemos vigilantes! um grande abraço atodos!
Escrever um comentário
Your Contact Details:
Comentário:
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.
 

Enquete

Você acha correto o uso de animais como oferenda nos cultos de Umbanda?


CopyRight 2008 NUSS- Núcleo Umbandista São Sebastião - Todos os direitos reservados.