English French German Japanese Portuguese Spanish

Newsletter

Receba novidades no email!



Total de visitas:1838017
Nós temos 41 visitantes online

Início Bons Médiuns
Bons médiuns

 

Comentário do Pai de Santo


Os bons médiuns afastam-se e não permitem a aproximação de pessoas maldosas e interesseiras em suas vidas.

Certa vez fui procurado por um casal que me fez a seguinte proposta:


Minha mulher trabalha com uma pomba gira fenomenal, ela fala tudo e resolve tudo para as pessoas que a procuram. E estamos procurando um bom terreiro para trabalhar que seja “bem freqüentado” (*) e o seu, é bem freqüentado!


Informou ainda que o objetivo deles era ganhar muito dinheiro.

Em sua proposta a pomba gira teria um dia de trabalho especial no meio da semana e nesse trabalho dependendo do problema haveria um custo diferente, como exemplo:

 

Consultas comuns R$ 50,00.

Problemas  de  negócios  R$  200,00.

E problemas de doenças R$ 300,00.

Perguntei por que os doentes pagariam mais e ele me disse:

 


- Os doentes por estarem desesperados fazem qualquer sacrifício e pagarão mais!

A minha revolta foi tamanha, que só consegui dizer aquele homem apenas uma frase:


- Saia do meu terreiro imediatamente e leve com você a ordinária da sua mulher!


Ele não esperava por minha resposta negativa ao seu pedido, mas compreendeu claramente que eu não iria pactuar com ele.
Se algum dia acontecer com você, expulse-os com todas as suas forças e nada tema, se fossem tão fortes não estariam mendigando a miséria das pessoas.

(*)- Bem freqüentado = Terreiro que atende na média acima de 150 pessoas por sessão.


Médiuns sérios

Os que unicamente para o bem se servem de suas faculdades, acreditando profaná-las, caso se utilizem delas para satisfação dos que são indiferentes, curiosos, ou para futilidades.


Médiuns devotados

Os que compreendem que o verdadeiro médium tem uma missão a cumprir e deve, sempre que necessário, sacrificar gostos, hábitos, prazeres, tempo, interesses materiais e pessoais, visando o bem de outras pessoas.


Médiuns seguros

Os que merecem total confiança pelo próprio caráter, pela natureza dos espíritos elevados que os assistem (espíritos elevados, mas não pelos nomes memoráveis das entidades e sim, dos ensinamentos e praticas de moralidade e de caráter impar) e são esses médiuns que menos expostos se acham de serem iludidos.  A segurança desse médium provém do próprio médium, e de modo algum depende dos nomes respeitáveis de seus Guias ou das comunicações que por seu intermédio são transmitidas.

 

Mensagem para você que se diz médium umbandista.

Para alguns seres humanos desprovidos de qualquer respeito pelas "coisas santas" a Umbanda é um  meio de vida, já que incapazes de trabalhar honestamente como a maioria das pessoas decentes, se dizem médiuns e se valem do fanatismo e da credibilidade das pessoas que os procuram para explorá-las financeiramente e esses exploradores desconhecem o futuro tenebroso que os aguarda por terem usado uma religião como meio de ganhar dinheiro. São classificados como mistificadores e atraem para perto de si mesmos um mundo espiritual também mistificador que os assedia constantemente e os mantém no erro. 
Para esses só existe um sentimento a ser dispensado:

A piedade!


Para outros mais, a Umbanda é um meio que possuem para extravasar suas fantasias mentais, não passam de mistificadores representando entidades espirituais (normalmente da esquerda). Vestem-se de vermelho e negro, usam adornos caros e tentam a todo custo mostrar as pessoas que os procuram o que não são
Por não fugirem a regra de serem mistificadores, se cercam de um mundo espiritual também altamente mistificador, atraem para perto de si os quiumbas, os kiumbas e os rabos de encruza, que dia após dia traçam a estratégia que os leva a miséria em todos os aspectos, mas mesmo assim, colocam o orgulho, a vaidade e o egoismo direcionando os caminhos da própria vida e para esses só se pode dispensar um sentimento:

A piedade!


Mas para outros, que sinceros e cientes de quem são (espiritos em provação) e do que são (médiuns de Umbanda) a missão mediunica lhes corre nas veias e para eles é um sacrilégio e um desrespeito sem limites, permitir que o nome da religião que abraçaram nesta existencia seja alvo de pessoas mesquinhas e exploradoras, pessoas infelizes e incautas que usam o nome da Umbanda para praticar imoralidades.

Para os médiuns sinceros da Umbanda só se pode dispensar um sentimento:

Axé! (força)

E para os maus médiuns e para os exploradores que se valem do nome Umbanda para praticar imoralidades, vale a frase abaixo dita pelo Exu da Capa Preta em uma de nossas reuniões quando indagado sobre os imorais no ambiente umbandista:

 

"Em nosso meio existem pequenas mentes que deveriam habitar pequenos corpos, como exemplo: "Corpos de Amebas" já que infectam e infestam  o ambiente da Umbanda Sagrada".

Exu da Capa Preta - (Exu Lebará do Núcleo Umbandista São Sebastião).

Exu Lebará = Exu que comanda os exus de um templo.

 

 

O comentário do Exu da Capa Preta sobre esse tópico retrata fielmente a atual realidade de algumas pessoas infiltradas na nossa Umbanda. No meio umbandista propagam-se tal qual uma verdadeira epidemia os enganadores, os mentirosos, os orgulhosos, os vaidosos, os interesseiros, os mistificadores e os exploradores da fé alheia.

A maior responsabilidade desses procedimentos está na pequena mente do sacerdote de uma casa, que permite as imoralidades em sua casa ou ainda pior, pratica ele mesmo as imoralidades.

Hoje, em praticamente todas as religiões se vende a idéia de que para se encontrar a felicidade é necessária a vida boa, dinheiro a vontade, festas, passeios, etc,  vendem essa idéia aos que os procuram e em seguida exploram seus seguidores.

Para esses valerá a seguinte frase do Caboclo Arranca Toco:

 

"Quanto maior for o poder de um homem dentro de uma religião, maior será a cobrança de suas responsabilidades perante Deus"!


Quem planta, colhe!

 

.

 

Enquete

Você acha correto o uso de animais como oferenda nos cultos de Umbanda?

Não, a verdadeira Umbanda não pratica tais atos contra os animais e nem há tal necessidade para com os Orixás - 85.5%
Claro, a Umbanda tem este dogma desde suas raízes - 3.5%
Sim, os Orixás precisam das forças destas oferendas - 5%
Sim, afinal mal não vai fazer - 0.9%
Não sou contra nem a favor, não quero me envolver - 5.1%

Total de votos: 7366
The voting for this poll has ended Ligado: 25 Dez 2016 - 21:57

CopyRight 2008 NUSS- Núcleo Umbandista São Sebastião - Todos os direitos reservados.