English French German Japanese Portuguese Spanish

Newsletter

Receba novidades no email!



Total de visitas:1040976
Nós temos 15 visitantes online

IBEJÍ – SÃO COSME E SÃO DAMIÃO - Ou Orixás gêmeos


Ibeji

Ibejí ou Ibejís são os Orixás que protegem as crianças. Foram sincretizados a São Cosme e São Damião, são conhecidos na Umbanda como os Orixás de amor e alegria.

Os santos católicos viveram no oriente e também foram perseguidos por Diocleciano. Historicamente pouco se sabe sobre eles, sabe-se que eram gêmeos e foram médicos.

Em grego eram chamados de “anargiros”, isto é, sem dinheiro. Isso porque não cobravam por seus préstimos e curavam não somente os homens, mas também os animais e pouco se sabe sobre a morte de ambos.

ibejiOs espíritos trabalhadores sobre a influência de Ibejí, apresentam-se normalmente sob a forma de crianças ou espíritos de crianças, porém espíritos não têm idade, apresentam-se dessa forma de modo a facilitar a comunicação com as nossas crianças. Esses espíritos puros trazem a cura para as doenças e amparam todas as crianças enquanto elas manterem a inocência.

Seus domínios são os parques, jardins e grandes gramados. Sua cor é o rosa, os espíritos que trabalham sob a irradiação de Ibejí são espíritos de grande força espiritual.
Não devemos julgá-los fracos devido à forma como se apresentam, ou seja, como crianças, depois de Oxalá são os únicos que dominam totalmente a magia.
Nas obrigações a Ibejí, são utilizadas velas cor de rosa, flores com tonalidade rosa e sem os espinhos ou ainda brancas. Também são usados doces como as cocadas, balas, pirulitos, fatias de bolo, etc. A bebida é a água pura ou então misturada com mel e mais recentemente são utilizados refrigerantes como o guaraná.

Os santos católicos São Cosme e Damião são sincretizados ao orixá IbejiIbejí, São Cosme e São Damião são trabalhadores da linha de Oxalá e pertencem a uma de suas falanges. A eles podemos pedir proteção contra demandas e malefícios; pedir principalmente proteção para nossas crianças e principalmente as enfermas.
Ao pedir ajuda a linha de Ibejí, faça-o com o coração isento de mágoas e amarguras. Por serem extremamente positivos, afastam-se das pessoas interesseiras, com pensamentos negativos e egoístas.
São raros os filhos de Ibejí, por não suportarem sentimentos negativos, escolhem a dedo os seus filhos, na realidade preferem ficar perto das crianças, enquanto manterem a inocência.
São poderosos aliados das forças do bem, nada maligno consegue resistir a eles. No mês de Setembro de todos os anos, os terreiros preparam grandes festas em sua homenagem, procurando desta forma devolver a eles a proteção e o carinho que nos dispensam, principalmente aos nossos filhos e as pessoas doentes.

  • Cor .......................  Rosa
  • Domínios ............... Parques e jardins
  • Atuação ................  Contra doenças e feitiços
  • Saudação .............. Salve
  • Elemento ...............Terra


Comentário do Pai de Santo


A linha de Ibejí ou de Cosme e Damião é uma das mais polêmicas de nossa Umbanda.

Nesse aspecto já vi de tudo, presenciei bandalheiras de toda espécie e também muita coisa positiva.

A linha de Ibejí, na qual comparecem os espíritos conhecidos como crianças, são espíritos puros e não suportam pessoas com maus pensamentos e de má vibração.

Julgá-los fracos devido à condição em que se apresentam é idiotice, nada vi em toda a minha existência na Umbanda que pudesse resistir a eles. Na verdade essa linha desamarra qualquer ponto afirmado na magia negativa e o que eles afirmam, ninguém desamarra.

Certa vez presenciei um transporte supervisionado por essa linha, no qual um rabo de encruza foi trazido todo imobilizado pelas crianças, que permitiam apenas que ele falasse imobilizado no chão.

O rabo de encruza muito matreiro e incorporado num médium muito forte fisicamente, pediu para que o soltassem, pois queria ficar em pé e prometeu comportar-se. A criança que chefiava o trabalho, conhecida como “Maria Aninha” disse ao rabo de encruza:


-Tá bom, vou te soltar, mas se você não se comportar, te amarro de novo!


Após soltar a entidade, ela levantou violentamente e esbravejou:


- Agora está como eu quero, agora vou quebrar tudo!


A Maria Aninha e as demais crianças não se intimidaram com a ameaça, cercaram a entidade de mãos dadas e dançando uma ciranda, cantaram o seguinte:

Cosme e Damião
Damião, cadê Doum
Doum está passeando
No cavalo de Ogum.

Quando a corrente começou a cantar o ponto acompanhado pelos atabaques, o rabo de encruza deu um tremendo grito, mas foi o grito de alguém que expressou grande dor, sendo em seguida, violentamente arrancado do ambiente dos trabalhos.
Isso prova que não devemos julgá-los fracos pela forma como se apresentam. Eles são espíritos puros e iluminados, nenhum rabo de encruza vai conseguir resistir à tremenda força positiva que deles emana.
Entre esses espíritos, sem dúvidas, existem aqueles que ainda mantém a mentalidade infantil e atraidos pela linha, incorporam nos trabalhos e não é muito difícil identificá-los em relação aos demais. As entidades que ainda mantém a mentalidade infantil e normalmente são trazidas por essa linha durante as festas, ficam rodeadas pelas crianças materiais e as outras não tanto. Nota-se que essas entidades realmente brincam como as nossas crianças, sendo que as outras permanecem mais dedicadas à direção dos trabalhos na mesma ocasião.
Alguns videntes sérios que conheci, me disseram que nesses trabalhos comparecem entidades que se apresentam na forma de crianças de diversas raças e outras entidades apresentam-se com a indumentária dos santos católicos e outros com mantos brancos, rosa ou azul. Essa diversificação mostra que a linha de Cosme e Damião é composta de espíritos de diversas categorias, mas todos eles de enorme evolução espiritual.
No aspecto negativo presenciei trabalhos nos quais o famoso exu mirim dominava os trabalhos, ocasião em que foram sempre violentos. Mordiam, chutavam e machucavam as pessoas presentes aos trabalhos.

Não queriam refrigerantes ou doces, queriam apenas fumar e beber pinga com groselha. Um terreiro que permite esse tipo de atuação prova que o seu dirigente é mal preparado e ignorante, já que permite esse tipo de bandalheira dentro de seu terreiro e lá o baixo astral reina.

 

.


.

 

Enquete

Devemos cobrar por trabalhos?


CopyRight 2008 NUSS- Núcleo Umbandista São Sebastião - Todos os direitos reservados.