English French German Japanese Portuguese Spanish

Newsletter

Receba novidades no email!



Total de visitas:1839170
Nós temos 56 visitantes online

Início Os Orixás Inhansã
INHANSÃ - Orixá dos ventos e das tempestades – SANTA BÁRBARA

Inhansã


Sincretizada à Santa Bárbara, Inhansã é conhecida como a Orixá dos ventos e das tempestades. Essas tempestades são simbólicas, elas na realidade representam as feitiçarias, sendo o combate às feitiçarias a maior atuação de Inhansã. Ela é ainda conhecida como a guardiã dos mortos (Eguns) ou a encarregada de recebê-los após a morte nos cemitérios.
thumb_iansaOrixá guerreira é força de magia que afasta males e influências negativas, amparando a todos que a ela recorram. Seu poder vibratório anula cargas de enfeitiçamento, chamada simbolicamente de tempestades, vencendo nesse sentido demandas e feitiços de qualquer natureza.

Sua cor na Umbanda é o amarelo e seus fetiches são a espada e os raios. Inhansã é um Orixá de temperamento muito forte. No entanto, Santa Bárbara a quem foi sincretizada, foi uma moça meiga que sofreu grande martírio, provavelmente no Egito ou na Antioquia, entre os anos 235 e 313. A história de sua vida foi escrita em diversos idiomas como o grego, o armênio, o siríaco e o latim.
De acordo com a história, foi uma moça belíssima, filha de um nobre pagão conhecido como Dióscoro. A todo custo seu pai muito ciumento, a trancou numa torre a fim de resguardá-la de pretendentes. Certa vez Dióscoro viajou e em sua ausência, Santa Bárbara se fez batizar cristã, atraindo a ira de seu pai. Conseguiu fugir, mas foi capturada pelo pai e levada perante um tribunal pagão, sendo nesse tribunal condenada a ser exibida nua por todo o país. Padeceu de toda a sorte de suplícios, foi queimada com grandes tochas e teve os seios cortados. Foi mais tarde executada pelo próprio Dióscoro que lhe cortou a cabeça com uma espada. Logo após a sua morte, uma grande tempestade se formou e um raio matou Dióscoro.
A imagem da Santa Católica mostra-a ao lado de uma torre, segurando um cálice em uma das mãos e uma espada com a outra mão. Esses simbolismos ensinam o seguinte:


A torre representa a sua prisão.

O cálice representa o Cristianismo.

E a espada a arma que lhe tirou a vida.

 

thumb_santabarbaraComo podemos ver Inhansã e Santa Bárbara nada tem em comum, o sincretismo ocorreu apenas por dois fatores - o raio que matou seu pai e a espada, fetiches de Inhansã.
Nas obrigações a Inhansã são usadas rosas amarelas sem os espinhos, velas amarelas ou brancas e água pura. Quanto às bebidas, esqueça-as! Algumas pessoas fazem obrigações com champanhe, licores de menta, de anis e outras bebidas que também não existiam na África e repito Orixás não bebem.

Os filhos e filhas de Inhansã são (normalmente) atirados, extrovertidos, geniosos, leais e muito francos e demonstram claramente esses sentimentos.
Com toda essa força que emana de Inhansã, pode levar seus filhos a situações de autoritarismo, dificilmente aceita pelas pessoas, o que os faz serem vistos como pessoas geniosas.
Inhansã no combate ao mal é a verdadeira fúria de um vendaval, ela livrará qualquer pessoa que se coloque sob a sua proteção, desde que essa pessoa não seja portadora de sentimentos de vingança. Inhansã chefia uma das falanges da linha de Xangô, isso indica que Ela também aplica a lei ao seu lado e é extremamente ativa nesse caso.
Possui ainda a atribuição de atuar contra os fora-da-lei no âmbito astral e trava ferrenhas batalhas contra esses seres do mal.
Nos terreiros, seus enviados manipulam os Silfos, que são seres elementais do elemento ar.

Isso ocorre principalmente nas defumações realizadas em nossos templos.

  • Cor .....................   Amarelo
  • Domínios .............. A atmosfera
  • Atuação ...............  Contra feitiçarias
  • Saudação ............. Eparrei Inhansã
  • Elementos ............ Ar e fogo


Comentário do Pai de Santo


Sou filho de Inhansã, certa noite quando me preparava para dormir, tive uma visão muito nítida e essa visão não foi um sonho.

Eu a vi sobre um monte, estava representada por uma mulher esbelta, de cor negra, vestida com uma indumentária nas cores amarela e vermelha. Na sua mão direita segurava uma espada e apontou essa espada em direção a algumas cavernas abaixo desse monte.

Da espada foram disparados raios de força tremenda e indescritível, que destruíram a entrada daquelas cavernas, selando-as.
Depois de concluído o seu trabalho, virou-se para mim e sorriu, desaparecendo no ar em seguida.
Essa visão mostrou claramente que ela havia aprisionado alguém naquelas cavernas e até hoje não compreendi o motivo da minha visão.

O que mais chamou e marcou a minha atenção foi à tremenda força dos raios que foram disparados da espada, foram de uma força tremenda e indescritível.

Essa visão mostrou-me claramente seu enorme poder, sua tremenda força.
No dia a dia nos trabalhos do terreiro, nesses anos todos, não conheci demanda ou feitiço que pudesse resistir a sua força.

Por esse motivo, posso afirmar com grande certeza:


- Inhansã é simplesmente imbatível no combate à feitiçaria !


.

 

Enquete

Devemos cobrar por trabalhos?

Nunca! - 84.5%
Claro, para subsistência do médium! - 8.5%
Sim, nada mais justo! - 5.1%
Somente médiuns deficientes físicos - 1.9%

Total de votos: 9851
The voting for this poll has ended Ligado: 25 Nov 2016 - 00:00

CopyRight 2008 NUSS- Núcleo Umbandista São Sebastião - Todos os direitos reservados.